viagra feminino natural

O caminho para uma pequena pílula azul para as mulheres tem sido muito longo, por várias razões. Talvez o mais importante seja a criação de um Viagra para mulher, que provou ser uma tarefa incrivelmente difícil.

viagra feminino nome

Pesquisas mostram há muito tempo que a excitação sexual das mulheres funciona de maneira muito diferente da dos homens – em vez de ser apenas uma questão de fluxo sanguíneo, a disfunção sexual feminina é uma interação infinitamente complexa de hormônios que vão muito além das antigas teorias centradas em testosterona da sexualidade feminina. Evidentemente, o próprio conceito de pílula que poderia capacitar as mulheres a abraçar ainda mais o desejo sexual é inevitavelmente repleto de política, tornando o processo de trazer essa droga ao mercado muito mais frustrante.

viagra feminino nas farmacias

Enquanto uma opção produzida pela Farmacia Online está esperando nos bastidores, as complexidades da questão nos deixam céticos até com as opções mais promissoras em potencial.

O que nos leva ao viagra feminino natural, uma nova oferta agora disponível no Brasil que afirma ser o tão aguardado “Viagra para mulheres”. A farmacêutica Farmacia Online alega que a droga é eficaz para aumentar a excitação em mulheres, “incentivando o fluxo sanguíneo para os órgãos reprodutivos e também para o cérebro” – embora essa abordagem vascular não pareça abordar os problemas hormonais que freqüentemente afetam o desejo sexual feminino .

Dito isto, um estudo do Instituto Nacional de Saúde envolvendo 100 mulheres entre 37 e 45 anos sugere que a pílula aumenta a libido, sem grandes efeitos colaterais. É um suplemento de ervas, o que significa que você pode obtê-lo sem receita médica – embora devamos mencionar que o suprimento de um mês custa cerca de US $ 65. Claro, porque é um suplemento de ervas, há uma chance muito boa de que essas pequenas pílulas caras não contenham os ingredientes que afirmam – ou que simplesmente não funcionem como anunciado.

viagra feminino preço farmacia

Se você está lutando com baixo desejo sexual, um novo tratamento pode ajudar.

A Food and Drug Administration (FDA) aprovou o Addyi (viagra feminino) (flibanserin), o chamado “Viagra feminino”, em agosto de 2015. A pequena pílula rosa pretende aumentar o desejo sexual nas mulheres e é o primeiro tratamento aprovado pela FDA para o sexo sexual. disfunção. O Addyi (viagra feminino comprar), disponível apenas mediante receita médica, deve chegar às farmácias em outubro de 2015 e, segundo a maioria dos planos de seguro, custará entre US $ 30 e US $ 70 por mês. (viagra feminino preço)

Clique para descobrir como o Addyi (female viagra) funciona e se pode ser adequado para você.

viagra feminino preço

Embora o Viagra feminino seja uma taquigrafia conveniente, Addyi (viagra para mulheres) na verdade não funciona como seu “equivalente” para os homens. O Viagra trata os problemas de desempenho sexual aumentando o fluxo sanguíneo para ajudar os homens a obter e manter as ereções. Addyi (viagra feminino preço) trabalha com substâncias químicas do cérebro para aumentar o desejo sexual das mulheres. E, ao contrário do Viagra, que é tomado conforme necessário, Addyi (pilula rosa viagra feminino onde comprar) é um regime de um dia.

Em um estudo, as mulheres que tomaram Addyi (viagra para mulher) relataram entre 0,5 e 1 evento sexual satisfatório por mês e também relataram melhores pontuações em um índice de sofrimento sexual em comparação com as mulheres que tomaram um placebo.

viagra para mulher

O medicamento é aprovado para mulheres na pré-menopausa com uma condição conhecida como transtorno do desejo sexual hipoativo, ou HSDD. É caracterizada por um baixo desejo sexual e angústia pessoal que não resulta de outras razões médicas, medicinais ou psiquiátricas ou problemas com um relacionamento. O tipo de atividade sexual, o parceiro e a situação não afetam o desejo em uma mulher com HSDD.

“Não sabemos ao certo, mas o mecanismo de ação sugere que provavelmente seria eficaz em mulheres na pós-menopausa”, diz o médico Keith Roach, diretor médico da Sharecare. O medicamento foi estudado em mulheres na pós-menopausa com resultados semelhantes e pode ser prescrito para eles.

viagra feminino onde comprar

Addyi (viagra para mulher) pode causar pressão arterial baixa e desmaio. Esses efeitos são ampliados pelo álcool, alguns contraceptivos orais e certos medicamentos antifúngicos. O medicamento deve ser tomado ao deitar, a fim de minimizar o risco de lesões associadas a sedação / sonolência geral e perda de consciência. Mulheres que tomam flibanserina não devem usar álcool.

pilula rosa viagra feminino onde comprar

Roach disse que cerca de 15% das mulheres experimentam esses efeitos colaterais. Ele acrescentou que o estudo mostrou “que tonturas, sonolência, náusea e fadiga têm taxas significativamente maiores em comparação com o placebo”, disse ele.

Alguns críticos afirmam que os riscos superam os benefícios. Pouco mais da metade das mulheres no estudo disse que seu desejo sexual melhorou enquanto tomava o medicamento, mas 38% das mulheres que tomaram placebo disseram o mesmo. “É mais eficaz que um placebo, mas não muito”, diz Roach. Mas ele acrescenta que uma mulher que prescreveu Addyi (viagra pra mulher) tem 50-50 chances de melhora, seja devido ao efeito placebo ou não.

viagra feminino comprar

“Vou prescrever o medicamento a uma paciente do sexo feminino apropriada que esteja disposta a aceitar os riscos, desde que os entenda”, diz Roach. Ele acrescenta que, devido à alta demanda por esse tratamento, “você encontrará muitas pessoas dispostas a aceitar riscos ainda maiores de efeitos colaterais”.